Thursday, June 12, 2008

Back on track

Nada como voltar ao blog com vontade e inspiração para escrever. O dia de hoje somado com o final de semana promete.

O visto, como todo mundo sabe é a parte mais burocrática e chata, diga-se de passagem, estou separando os documentos, mas ainda não preenchi nenhum DS, já tenho os forms salvos no meu computador e só falta preencher mesmo.

Hoje eu vou poupar você das mensagens sobre o dia dos namorados para falar de um documentário brilhante e chocante ao mesmo tempo, The Bridge (A Ponte). Quem estiver interessado leia. Garotas na Califa, leiam.

Ontem eu assisti um documentárip que a princípio eu pensei não ter nada de especial e que só se tratava de um dos pontos turístico mais famosos do mundo, a Golden Gate.
O documentário foi feito por um cineasta americano e durante todos os dias do ano de 2004 camêras em vários ângulos registraram o cotidiano de pessoas que passavam pela ponte em San Francisco (CA), em especial daquelas que iam até o local para se jogar de uma altura de 130 metros até o mar.O suicídio nesse ponto turístico é mais comum do que se pode imaginar, no ano em que foram feitas as imagens ocorreram 24 mortes.

O documentário não poupa nenhuma cena, e uma das mais impressionantes é a do roqueiro Gene, que fica por horas e horas andando de um lado para outro até decidir, de uma hora para outra, pular e acabar com a sua vida.O filme reúne as chocantes imagens dos últimos minutos de vida dessas pessoas e depoimentos de parentes e amigos.

The Bridge é um soco no estômago, no começo eu estava relutante em assistir pelo fato de se tratar da pior fraqueza do ser humano, tirar a sua própria vida.Mas depois de assistir você pensa por horas e horas e ainda fica com um ponto de interrogação na cabeça, o que leva uma pessoa chegar nesse ponto? Você nunca saberá.

O número de suícidios na Golden Gate já chegou a 500 por ano - e muito deles de não-moradores de San Fracisco, que escolhem a ponte como cenário dos seus últimos minutos de vida.A Guarda Costeira nunca tomou providência sobre o assunto e o filme serve de alerta.

Eu recomendo para quem estiver preparado a bater de frente com a polêmica gerada no filme e também para quem estiver aberto a experiência de visualizar o desespero do homem moderno, fica a dica.

Depois to texto, chocante, tenham um ótimo dia dos namorados com o gatinho de vocês.
Muack =*

6 comments:

Eliana said...

Oi Anna!
Já me disseram pra assistir este documentário, mas eu ainda não encontrei! Com certeza eu vou dar uma olhadinha sim!!!
A providência que tomaram, sem brincadeira nenhuma, foi colocar diversos telefones na ponte, com crises conselour, tem uma placa dizendo que as consequencias de pular da ponte podem ser fatais e que ainda há esperança, se você quiser depois eu te mando a foto por email...
Só posso dizer que quanto ao suicídio, na verdade tem que ter muita, muita força pra fazê-lo (eu já tentei e não me orgulho disto...), qualquer dia a gente pode conversar sobre isto se você quiser!
Beijos e tenha um ótimo dia dos namorados (ainda bem que isto não existe aqui!! hehehe)

Nani said...

Meninaa!!!
Fiquei com vontade e receio ao mesmo tempo... vou pensar no caso ;P

Feliz dia dos namorados anninha!

=**

Cori said...

Pronto!
Agora quem disse que eu sossego enquanto nao ver esse documentario???
Se tiver para download vou fazer hoje mesmo! Essas coisas da vida me intrigam demais, to sempre querendo discutir com alguem, mas nem sempre tem "alguem" disposto a trocar ideias sobre isso!
Vamo que vamo que essa semana e' semana dog eat dog!

bjokas

Teh...=) said...

Aahaa, caracaaaaaaaaaaaaaaaa... vo ver se dou uma olhadinha sim...

sabe onde encontro facil!?
bjaoo linda

* Lígia Fernanda * said...

Oie Anna!!
Nossa deve ser interessante esse documentario..fiquei com vontade de assistir!!
Vou pesquisar ver onde posso encontrar!! Valeu pela dica!!
Bjussss

Paula said...

Anna, deu maior vontade de ver o documentario!!!!
A preparacao p/ o visto e um oh ne?! MAs passa rs... bjos